FRASE DO DIA

Um candidato a prefeito de São Luís que é do partido do PDT, então ai eu acho que cabe a própria imprensa, se for o caso, averiguar essa situação, já que foi divulgado pela própria imprensa essa relação estreita e direta do PDT e a TV Difusora de São Luís.

(Eduardo Braide, pré-candidato a prefeito de São Luis)

6 Comentários

Fique com o contundente artigo do advogado timonese Igor Igreja, que agora passa a integrar o crescente time de ex-eleitores de Flávio Dino (PCdoB). Voltarei em breve sobre o assunto.

(Publicado originalmente no blog do Ludwig Almeida).

O arrependimento de votar em Flávio Dino

“2018 está chegando para eu prestar conta com a minha consciência quanto ao erro que cometi em 2014 votando num déspota esclarecido.”

Peço desculpas aos maranhenses. Se  arrependimento matasse…

Lembro que de toda a esperança que não só eu, mas milhões de maranhense colocaram no projeto de mudança apresentado pelo então candidato a governado Flávio Dino na eleição de 2014.

De Norte a Sul, de Leste a Oeste do Maranhão a “onda vermelha” embalava sonhos de dias melhores, projetos de emancipação socioeconômicos, liberdade e mais justiça para um estado que já não aguentava mais o domínio político de um grupo que por quase meio século mandava e desmandava nos destinos do nosso estado.

Lembro ainda do discurso histórico de posse quando o primeiro governador comunista da história do país afirmou: “Leões, agora vocês não vão mais rugir para o povo (…) Vocês estão despidos dos brasões da oligarquia”. Balela!

Pode parecer exagero da minha parte, mas a sensação que passa é que nunca os ‘Leões” rugiram tão ruidosa e perversamente como neste quase dois anos de poder comunista no Maranhão. Basta ver a postura do governador e do seu principal homem, o secretário de (des) Articulação Política e Comunicação, jornalista Márcio Jerry.

Na pasta da (des) Articulação Política age como um bode brabo em loja de louças, perseguindo adversários políticos, atentando jornalistas e blogueiros não alinhados ao projeto de poder dos Leões, afugentando aliados, cooptando pessoas de alma fraca e abusando de poder político para favorecer os da “panelinha”.

Já na pastas da Comunicação age como um Joseph Goebbels, mentindo e mentindo, tantas mentiras quanto forem possíveis até virarem verdade aos olhos do povo. Nada de novo na área de Comunicação do Governo do Estado a não ser a forma discricionária como veículos e profissionais são tratados de forma deselegante de como usam alguns blogueiros para atacar a honra e dignidade de adversários desse poder comunista que assola o estado.

Mas, não existiria Márcio Jerry se não existisse Flávio Dino. É como se quisermos entender Joseph Goebbels sem entender Adolf Hitler. Ambos são face da mesma moeda!

Sinto-me decepcionado, angustiado e, sobretudo, indignado por saber que o meu voto serviu para implantar práticas de uma ideologia autoritária no estado que nem no auge da oligarquia Sarney, quiçá do vitorinismo, se viu por estas terras onde canta o sabiá.

Conforta-me saber que nunca é tarde para reparar erros.

E 2018 está chegando para eu prestar conta com a minha consciência quanto ao erro que cometi em 2014 votando num déspota esclarecido.

Peço desculpas aos maranhenses pelo voto em Flávio Dino e Márcio Jerry.


Agora caberá o Estado maranhense pagar as custas processuais a Wellington, e quiçá, uma boa grana de indemnização por danos morais ao cidadão Carlos Wellington de Castro Bezerra, o nosso bom e querido Wellington do Curso, ou simplesmente Wellington-11.

“A Justiça tarda, mas não falha”, ensina a sabedoria popular.

O juiz Cícero Dias, da 4ª Vara da Fazenda Pública de São Luís extinguiu a ação movida pela Procuradoria Geral do Estado, atualmente comandada por um ex-secretário do prefeito Edivaldo Júnior, contra o deputado estadual e candidato a prefeito de São Luis,  Wellington do Curso, por susposta invasão promovida por ele a um terreno nas margens da Via Expressa

O magistrado chegou a afirmar que a procuradoria, representando o estado, incluiu Wellington no processo mesmo sabendo que ele já havia apresentado provas de que não tinha a pose do terreno.

O autor [Estado do Maranhão], mesmo sabendo que o réu sempre alegou não ter praticado esbulho ou deter qualquer poder sobre o imóvel objeto da lide, evitou apontar pessoa diversa responsável pelo esbulho denunciado. O réu, na realidade, é parte ilegítima para figurar no pólo passivo da demanda, razão por que acolho a preliminar suscitada e extingo o processo sem resolução de mérito”, afirmou Cícero Dias.

A decisão do magistrado desmoralizou meio-mundo de gente, incluindo a próprio procurador-geral do Estado, a campanha de reeleição do prefeito Edivaldo e ainda por cima o Governo do Estado, cujo governador é um ex-juiz federal que agora dá uma de João Sem Braço para não parecer que não tem nada a ver com a sacanagem contra o candidato Wellington.

Ora, o processo foi forjado por agentes públicos com a clara intenção de prejudicar o crescimento do candidato progressista nas pesquisas e assim evitar o segundo turno da eleição de prefeito.

Agora caberá o Estado maranhense pagar as custas processuais a Wellington, e quiçá, uma boa grana de indemnização por danos morais ao cidadão Carlos Wellington de Castro Bezerra, o nosso bom e querido Wellington do Curso, ou simplesmente Wellington-11.

Besta!


A assinatura da ordem de serviço para a construção da ponte Bequimão-Central acontece em meio a denúncias de uso abusivo da máquina do Governo do Estado, com fins eleitoreiros. Em Bequimão, cabos eleitorais do candidato do PSDB, César Cantanhede, estão recolhendo documentação de moradores (título de eleitor, carteira de identidade e CPF), com a promessa de emprego na obra. A estratégia escândalos e enganosa acontece a apenas cinco dias das eleições, na véspera da ida do governador Flávio Dino ao município.

Em alguns povoados, as supostas vagas de emprego foram anunciadas em carro de som contratado para a campanha de Cantanhede, que orientava a deixar os documentos no Comitê Central do candidato tucano, desafiando a Justiça Eleitoral. A movimentação mais intensa aconteceu na Cidade Nova, maior bairro do município, que registra percentual elevado de aprovação e intenção de votos no atual prefeito Zé Martins.

Em baixa nas pesquisas e sem conseguir fazer grande mobilização popular (ele nem ao menos conseguiu articular a ida de grande número de apoiadores para o evento com o governador Flávio Dino, na terça, 27), o candidato tucano apela para todas as armas, com o intuito de levantar sua aceitação e reverter o resultado da eleição. César Cantanhede e seus assessores, dentre eles o subsecretário estadual de Comunicação, Robson Paz, abusam do poder no Governo do Estado para promover terrorismo eleitoral e compra de votos.

Além da perseguição ao candidato à reeleição, Zé Martins, com disseminação de mentiras nos meios de comunicação, o grupo político de oposição constrange e assediam eleitores que anseiam pelas oportunidades previstas com a execução da obra.

O uso escandaloso e imoral do erário público, com interesse eleitoreiro, ficou ainda mais explícito quando o vereador e coordenador da campanha de César Cantanhede, Elanderson Pereira (irmão de Robson Paz), recepcionou as máquinas que serão utilizadas na construção da ponte sobre o Rio Pericumã. Foi o próprio vereador quem ajudou a manobrar os caminhões, na Avenida Itapetininga, que fica na entrada da cidade, e depois as encaminhou até a região onde foi realizada a assinatura da ordem de serviço.

Também completa a lista dos abusos o pagamento da impressão do Jornal Itapetininga, informativo com periodicidade mensal, produzido com mero objetivo de difamar a administração exemplar de Zé Martins. Durante a pré- campanha, o pasquim ainda tentou promover a frustrada candidatura de Elanderson a vice-prefeito na coligação de César Cantanhede.


Convertido a pedetista fervoroso e tido como um dos favoritos à eleição pelo PDT, inclusive sendo o candidato número um do coração e do bolso do mandachuva do partido, o deputado federal Weverton Rocha, Penha acha que pode comprar todo mundo para o seu projeto de vereador.

maragatopenhaO ex-secretário de Esportes da Prefeitura de São Luis, o candidato a vereador Raimundo Penha (PDT), criou o maior fuzuê lá pras bandas do bairro do Rio Anil, ali próximo ao Bequimão.

Segundo um morador do Rio Anil, na comunidade tem alguns movimentos culturais e esportivos, tais como capoeira, jiu jitsu, zumba etc. Até aí tudo bem, tudo certo e tudo legal.

Ocorre, segundo morador, que os praticantes dessas modalidades socioesportivas exerciam suas atividades nas praças e mesmo nas ruas do bairro.

Foi quando o então secretário municipal Raimundo Penha, que de besta não tem nem o andar, resolveu dar uma espécie de “pro-labore” para a galera que começaram a integrar uma folha da Secretaria Municipal de Esportes (Semdel ). Tudo, claro, de olho nas eleições municipais de 2016.

Mas o fuzuê começou mesmo foi quando Raimundo Penha tentou cooptar o presidente da União dos Moradores do Rio Anil, o senhor Francisco Chagas de Araújo, que sempre deixou bem claro para o próprio Penha que ele é eleitor e apoiador do vereador Pedro Lucas Fernandes.

É que a sede da união passou a ser o local onde são praticadas as atividades dos desportistas “contratados’ por Raimundo Penha. pois durante as chuvas ficavam sem poder exercer as modalidades esportivas e então tiveram que articular um “teto”. E o teto escolhido foi exatamente a União de Moradores do Rio Anil.

Já devidamente acomodados na sede da União, os “penhistas” não só concordaram em ficar usando o local como chegaram a declarar apoio a Pedro Lucas Fernandes, inclusive pedindo ao vereador que doasse um jogo de tatames que serviria tanto para jiu jitsu quanto para a capoeira.

“O vereador Pedro Lucas não conhecia o grupo de desportistas, mas perguntou ao presidente sobre o que deveria fazer, aí ele disse ao vereador que poderia doar o material não para o projeto deles, mas para ficar como patrimônio da União, o que foi feito. Como o Penha descobriu que o pessoal estava tentando comer ‘pelos dois lados’, dele e de Pedro Lucas, ele pressionou para que os desportistas deixassem de treinar na União por ser reduto de Pedro Lucas Mas quando saíram queriam levar o jogo de tatames alegando que pertencia a eles, mas o presidente não deu e eles publicaram o ocorrido na Internet, esculhambando com o senhor Francisco Chagas”, relatou o morador ao Blog do Robert Lobato.

Bom, o ex-secretário Raimundo Penha sempre foi muito aguerrido, desde os tempos em era um roseanista apaixonado, daqueles de chorar de emoção quando via e ouvia a “Branca” nos palanques,

Agora convertido a pedetista fervoroso, e tido como um dos favoritos à eleição pelo PDT, inclusive sendo o candidato número um do coração e do bolso do mandachuva do partido, o deputado federal Weverton Rocha, Penha acha que pode comprar todo mundo para o seu projeto de vereador.

A Associação dos Moradores do Rio Anil mostrou que não é bem assim…


O prefeito de Pinheiro, Filuca Mendes (PMDB) deverá ser reeleito em Pinheiro no próximo dia 02 de outubro, pelo menos é o que confirma a pesquisa Escutec desta quarta-feira (28). De acordo com o levantamento à vantagem de Filuca Mendes é de 7% para o segundo colocado, o candidato do PP, Luciano Genésio.

O candidato da coligação “Pelo Bem de Pinheiro”, Filuca Mendes, aparece na pesquisa com 35,8% dos votos válidos. Já Luciano Genésio surge com 28,8%, seguido de perto pelo candidato do PCdoB, Leonardo Sá, com 22,7%. Na sequência aparecem Antônio Américo (PPS) com 1,2%, Kelson Vinicius (PSC) com 0,2%O número de indecisos, não sabem ou não responderam alcançam 11,3%.

“A pesquisa mostra o que Pinheiro já sente. Nesta reta final, estamos intensificando as visitas, o contato com o eleitor, no dia 29 teremos uma grande caminhada, enfim, trabalhando para consolidar esse resultado, que é o que Pinheiro deseja. Vamos para a vitória com a certeza de que a partir de 1º de janeiro vamos trabalhar com muito mais energia para tornar Pinheiro a cidade de nossos sonhos, uma cidade de bem, cada vez melhor, para todos os seus filhos”, disse Filuca.

A pesquisa Escutec, contratada pelo jornal O Estado do Maranhão, foi realizada nos dias 20 e 21 de setembro, ouvindo 600 eleitores. O levantamento foi registrado sob o protocolo MA-05457/2016, possuindo um intervalo de confiança de 95% e a margem de erro de 3,5% para mais ou menos.


Luis Fernando e Eudes lideram caminhada em Itapari e Panaquatira.

Luis Fernando e Eudes lideram caminhada em Itapari e Panaquatira.

Foi por unanimidade. A corte do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) confirmou na tarde desta terça-feira, dia 27, a cassação da candidatura do médico Julinho Matos (PMDB) à prefeitura de São José de Ribamar.

Pelo placar de 4 a 0, o TRE manteve a decisão da juíza da primeira instância em São

José de Ribamar, Tereza Mendes, que indeferiu o registro da candidatura do peemedebista.

Com a decisão, apenas o candidato da coligação Aliança Democrática Ribamarense, Luis Fernando Silva (PSDB), está apto a concorrer ao pleito no próximo dia 2 de outubro.

Julinho teve sua candidatura indeferida pela Justiça, em decorrência de suas duas contas desaprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-MA), durante sua passagem pela diretoria da Maternidade Benedito Leite.

Além das contas reprovadas, Julinho não se desincompatibilizou no dia 2 de julho, como manda a lei eleitoral, do cargo de médico que exerce no Estado, fato este que também impediu sua candidatura, segundo o procurador da República junto ao TRE, Thiago Ferreira de Oliveira.

Desmoralizado na Justiça e sem perspectiva eleitoral, Julinho e seu pequeno séquito continuam, no entanto, fazendo uma campanha baixa contra Luis Fernando em São José de Ribamar.


Contra os fatos não há factoides.

O candidato do PRB à Prefeitura de Paço do Lumiar, Gilberto Aroso, sepultou de vez as esperanças dos seus adversários em vê-lo fora da eleição deste ano.

Gilberto conseguiu mais uma vitória na Justiça Eleitoral que sacramentou sua candidatura e estará presente na urnas eletrônicas do dia 02 de outubro próximo.

Inicialmente, Gilberto Aroso teve sua candidatura deferida pelo juiz eleitoral Flávio Roberto Ribeiro Soares, da 93ª Zona Eleitoral e agora, nesta terça-feira (27), quem confirmou sua candidatura foi o pleno do Tribunal regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA).

A decisão foi por maioria, 3 votos contra 1, e derrubou o parecer do Ministério Público Eleitoral (MPE), que havia opinado pelo indeferimento.

Votaram pela garantia do registro de candidatura do ex-prefeito os desembargadores Sebastião Bonfim, Eduardo Moreira e Raimundo Barros. O único voto contra Gilberto Aroso foi da desembargadora Katia Coelho.

Com a decisão da corte eleitoral maranhense, vai ficar difícil a máquina de factoides, principalmente do candidato do PCdoB, Domingos Dutra, produzir algo para tentar confundir a cabeça do eleitor, que já está cansado de tanta invencionice contra o projeto Gilberto Aroso prefeito-10.

Desta vez o “futi-65” pira de vez!zanga


uchoaNa reta final da campanha eleitoral, o Blog do Robert Lobato apresenta, nesta terça-feira, 27, na série Vereador do Dia, o candidato Sebastião Uchôa – 17014.

Delegado da Polícia Civil do Maranhão, ex-secretário de Segurança e de Administração Penitenciária, policial com larga experiência no combate ao crime organizado, Sebastião Uchôa é sem dúvida alguma uma das promessas da eleição para vereador de São Luis.

Num momento em que o país inteiro exige maior segurança nas cidades, inclusive com possibilidade de criação do Ministério da Segurança Pública, esse grande funcionário público é um exemplo de dedicação no cumprimento das suas responsabilidades funcionais. Mas não é só isso.

Não obstante exercer uma profissão que exige muita firmeza e em alguns casos até rispidez, Sebastião Uchôa é um humanista, uma pessoa sensível às causas sociais e está sempre receptível a ajudar o próximo sempre que possível.

Basta ver que uma da principais bandeiras do candidato é defesa dos direitos dos animais, talvez o primeiro pretendente ao cargo de vereador da capital que tenha colocado essa questão no debate eleitoral e que, caso eleito, levará para ser discutida no âmbito do Poder Legislativo da cidade de São Luis.

O último cargo público que exerceu foi o de delegado Meio Ambiente quando implementou e apoiou várias ações de fiscalização em defesa das áreas de proteção ambiental, repressão à violência contra animais, notificação de empresas que agridem as nossas praias e rios etc.

Cumpre ressaltar, que foi Sebastião Uchôa quem deu visibilidade pública para a Delegacia Especializada em meio Ambiente (DEMA), até então completamente ignorada pela comunidade. Foi na sua gestão que a cidadania passou a saber que existe um órgão que pode cumprir com grandes serviços de utilidade pública na nossa cidade.

Conheça a seguir o perfil do candidato Sebastião Uchôa:

uchoa-perfilPor tudo o que representa, pelo seu compromisso com a segurança pública, meio ambiente, a causa dos animais, projeto para fortalecimento da nossa Guarda Municipal, combate à criminalidade e muito mais, é que o Blog do Robert Lobato indica o delegado Sebastião Uchôa-17014 para honrar os ludovicenses com o mandato de vereador por São Luis.legal


A continuar assim, muito provavelmente não haverá também o debate da TV Mirante previsto para a próxima quinta-feira, 29, o que pode ser muito bom para o atual prefeito, mas péssimo para os eleitores, principalmente para os indecisos que esperam a oportunidade dos debates para decidir o seu voto.

Candidatos querem o debate, menos Edivaldo…

No momento que escrevia este post chegava a notícia do cancelamento do debate na TV Difusora que estava previsto para acontecer nesta noite.

Se realmente não houver o debate da “Neodifusora”, território velado e revelado do candidato a reeleição Edivaldo-12, fica a impressão que o pedetista é o principal interessado na população não assistir o embate televiso entre os pretendentes ao cargo de chefe do executivo da cidade de São Luis.

Edivaldo já havia dado “zignal” na TV Guará, na última quinta-feira, 22, e agora, ao que tudo indica, botou os seus coordenadores de campanha, em parceria com os cabo eleitorais da “Neodifusora”, para catalisar o cancelamento do debate de hoje.

A continuar assim, muito provavelmente não haverá também o debate da TV Mirante previsto para a próxima quinta-feira, 29, o que pode ser muito bom para o atual prefeito, mas péssimo para os eleitores, principalmente para os indecisos que esperam a oportunidade dos debates para decidir o seu voto.

O que Edivaldo-12 precisa entender é que São Luis pode inaugurar uma tradição de não reeleger os prefeitos que não honraram os compromissos de campanha. Os debates, portanto, são uma excelente oportunidade para o atual gestor explicar, e sobretudo convencer, porque entende que é merecedor de mais quatro anos à frente da capital maranhense.

Ao faltar aos debates, ou conspirar para que os mesmos não ocorram, pode ser uma aposta arriscada da marquetagem do candidato do 12.

Pode ficar a impressão de que Edivaldo-12 é quem realmente tem medo do enfrentamento com os demais candidatos.


whatsapp-image-2016-09-26-at-22-02-12O deputado Zé Inácio utilizou a tribuna na segunda-feira (26) para ressaltar a ordem de serviço para a construção da ponte sobre o Rio Pericumã, que será realizada na terça-feira (27), no município de Bequimão. “Eu aproveito essa oportunidade para convidar todos os deputados que se fazem aqui presentes para fazerem parte desse momento, que entrará na história do Maranhão”, disse.

Durante o discurso, Zé Inácio enfatizou o momento vivido pela região da Baixada Maranhense. “A Região da Baixada, mais especificamente o litoral ocidental maranhense, passou a ser vista pelo Governo e fará parte da agenda de desenvolvimento econômico e social. Uma obra deste porte é um sonho que já vem sendo alimentado por vários baixadeiros desde a década de 70”, afirmou.

Zé Inácio também tratou sobre o investimento que será realizado na obra. “Um investimento alto (em torno de R$ 70 milhões), mas importante para contribuir com o desenvolvimento da Região da Baixada. Esta obra, esperada há décadas, beneficiará não só a cidade de Bequimão e Central do Maranhão, mas também dez municípios que fazem parte do Litoral Ocidental, de maneira direta”, enfatizou.

As lutas dos prefeitos municipais também foram citadas por Zé Inácio. “Destaco também a luta do prefeito Amauri em favor da construção dessa ponte, liderando os Conguarás, bem como os dez prefeitos daqueles municípios, que sempre reivindicaram a construção dessa ponte. É importante enfatizar o papel importante do prefeito de Bequimão, Zé Martins, que sempre lutou e reivindicou para que essa obra saísse do papel, assim como as lideranças políticas de vários municípios como Guimarães, Cedral, Cururupu, Porto Rico, Serrano do Maranhão, Bacuri e Apicum-Açu”, contou.

De acordo com Zé Inácio, a ponte fará “com que a economia daquela região possa circular de forma mais intensa, bem como o acesso à capital São Luís se dê também de forma mais rápida”.

Com previsão de duração de dois anos e meio, a obra gerará mais de 800 empregos de forma direta durante o período. “Esta obra mudará a realidade não só de Bequimão, mas de todos os municípios da Baixada”, finalizou.