O Blog do Robert Lobato recebeu, na tarde de ontem, da terça-feira, 8, uma denúncia contra o secretário de Articulação Política e presidente do PCdoB no município de São Benedito do Rio Preto, Wilson Viana.

Segundo os denunciantes, os moradores do povoado de Bacabal do Hilton do Crente, localizado a 30 Km da sede do município, estariam passando por momentos de terror liderado pelo comunista Wilson Viana. As famílias da localidade vivem basicamente, algumas até exclusivamente, da agricultura de subsistência, e residem lá desde que nasceram.

Vejam a seguir o relato da denúncia, feita via WhatSapp com alguns documentos, um deles que seria o relato de um agricultor ligado à Fetaema, e um outro se tratando de um Mandado de Intimação contra um trabalhador rural. Volto em seguida.

MORADORES DO POVOADO BACABAL DO HILTON CRENTE NO MUNICÍPIO DE SÃO BENEDITO DO RIO PRETO VIVEM MOMENTOS DE TERROR

Os moradores da zona rural de SÃO BENEDITO DO RIO PRETO – MA, estão vivendo momentos de
terror. A localidade conhecida como BACABAL DO HILTON CRENTE, localizada a 30km do município, constituída de moradores que na maioria residem neste povoado desde que nasceram, São famílias que vivem da agricultura de subsistência, mas relatos dos moradores que brigam na justiça com os supostos donos da propriedade pela permanência na localidade afirmam ESTAREM SENDO PERSEGUIDOS PELOS HERDEIROS DA LOCALIDADE LIDERADO PELO SECRETÁRIO MUNICIPAL DE ARTICULAÇÃO POLÍTICA E PRESIDENTE DO PC DO B EM SÃO BENEDITO DO RIO PRETO – MA WILSON VIANA. Os moradores afirmam que herdeiros usam o poder da influência política para intimidar os moradores, são ameaças diárias, calunia entre outras, relatam ainda que idosos desenvolveram problemas de saúde frequentemente por conta da pressão impostas pelos herdeiros que querem o despejo desses agricultores a toda força, impedindo estes de realizar suas atividades agrícolas, ainda ameaçam de derrubar a única cada de forno que os moradores possuem para construção de um casa no lugar, e mais preocupante é que o representante da entidade da categoria dos trabalhadores rurais o Vereador Antônio José omite apoio aos mesmos. Diante disso se pede ao Ministério Público que já foi acionado, realizar intervenções e providências cabíveis, considerando o entendimento entre ambos as partes…

Comigo de novo
Como se pode ver, a situação no povoado de Bacabal do Hilton do Crente é grave, tensa e pode ter um desfecho violento se as autoridades locais, o Ministério Público e o Governo do Estado, através da Secretaria de Direitos Humanos, não tomarem as medida cabíveis rumo a uma saída negociada para a crise instalada na comunidade de São Benedito do Rio Preto.

Com a palavra o secretário de Direitos Humanos, senhor Francisco Gonçalves.

Em tempo: O Blog do Robert Lobato tentou o contato com o secretário de Articulação Política e presidente do PCdoB no município de São Benedito do Rio Preto, Wilson Viana, mas não obteve êxito. Estamos à disposição para os esclarecimentos que se fizerem necessários.

2 comentários em “DENÚNCIA: Presidente municipal do PCdoB toca o “terror” em povoado de São Benedito do Rio Preto

  • Tenho 50 anos.
    Nasci em Vitorino Freire, num Maranhão atrasado, sem as atenções do poder público na infra estrutura e social.
    Filho de um imigrante cearense fugindo da seca, com uma professora maranhense, nunca fui privado do básico em forma de alimentação, de vestir e até da educação.
    Mas desde criança fui testemunha da mais degradante forma de viver da população paupérrima, convivendo com a fome, falta de assistencia médica, falta de estradas, falta de educação, em suma, falta de quase tudo.
    Passou o tempo, o mundo sofreu enormes transformações e grande parte do Brasil também se modificou. Novos paradigmas surgiram, ações sociais se intensificaram, preocupação com isso e com aquilo…MENOS NO MARANHÃO.
    O Maranhão da casa de taipa, das ruas de areia, do lampião e da lamparina, do esgoto a céu aberto, da privada no “matinho”, e do desleixo ainda existe.
    Não falo do Maranhão “São Luis”, ou do Maranhão “Imperatriz” e algumas outras mais populosas. Falo do Maranhao interior, dos vilarejos, das cidadezinhas, onde todas essas mazelas são reais e resistem ao tempo e aos governos que pelo Maranhão passam.

    Uma lástima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *