FRASE DO DIA

Pretendo ser candidato ao Governo do Maranhão pelo PSB e com apoio do PSDB.

(Roberto Rocha)

6 Comentários

Agência Câmara

A liberação da venda de bebidas alcoólicas nos estádios durante as partidas, um dos pontos mais polêmicos dos debates sobre a lei, terá de ser negociada pela Fifa com cada estado-sede.

Vicente Candido: negociações vão incluir Ministério Público e Legislativos estaduais. Foto: Rodolfo Stuckert

O Plenário aprovou nesta quarta-feira a Lei Geral da Copa (PL 2330/11), que disciplina os direitos comerciais da Federação Internacional de Futebol (Fifa) na realização da Copa do Mundo de 2014 e estabelece privilégios temporários para a entidade e seus associados durante o evento esportivo. As regras do projeto valem também para a Copa das Confederações, que o Brasil sediará em 2013.

O texto aprovado é o parecer do deputado Vicente Candido (PT-SP), elaborado com base na proposta encaminhada pelo Poder Executivo. Um dos pontos mais polêmicos, a liberação da venda de bebidas alcoólicas nos estádios durante as partidas terá de ser negociada pela Fifa com cada estado.

A regra geral que permitia a venda de bebidas foi retirada do texto pelo relator, mas o Plenário manteve artigo que suspende normas do Estatuto do Torcedor (Lei 10.671/03) sobre o tema. Como o estatuto é genérico sobre a venda de bebidas, cada estado regulamentou o assunto de maneira diferente.

Vicente Candido explicou que, nos estados onde as leis estaduais apenas se referem ao artigo suspendido, a bebida alcoólica está liberada durante a Copa. Naqueles em que existir um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) com o Ministério Público, que tem força de lei, a liberação terá de ser negociada com o Ministério Público local. “Em alguns casos, a negociação será com o legislativo local e, em outros casos, com o Ministério Público”, disse o relator.

Em votação nominal, o Plenário rejeitou dois destaques sobre o tema. Um do PSDB e outro do PSC. Ambos pretendiam proibir a venda de bebida alcoólica nos estádios durante os jogos.

Outro artigo do estatuto que será suspenso durante a Copa do Mundo proíbe a prática de preços abusivos dos produtos alimentícios vendidos nos estádios.

Segurança

Inicialmente contestada pelo governo, permaneceu no texto aprovado a cláusula que atribui à União a responsabilidade por danos causados à Fifa por ação ou omissão, inclusive os decorrentes de incidentes ou acidentes de segurança relacionados aos eventos.

Se os danos forem causados por terceiros, a União indenizará a Fifa e ficará sub-rogada dos direitos contra quem causou os danos.



Soliney Silva tenta usar Roseana e Max Barros como "blindagem"...

Num verdadeiro gesto encenação política e demonstração de cinismo, o prefeito Coelho Neto, Soliney Silva do (PSD), enviou “carta” ao blog tentando justificar o injustificável, quando, no sábado (24) protagonizou cenas de barbárie na sede do Sindicato do Servidores Municipal.

Na sua “carta”, Soliney tenta se passar de vítima e acusa os dirigentes sindicais e seus adversário políticos locais pelo vandalismo que, toda a cidade sabe, foi armada pelos aliados do prefeito.

Outra coisa chama atenção na carta de Soliney: a utilização da governadora Roseana Sarney, do ministro Gastão Vieira e do secretário Max Barros como blindagem política. “Já calçamos, praticamente, a cidade inteira sem contar outras ações que estão sendo desenvolvidas com apoio imprescindível da governadora Roseana Sarney, do Ministro Gastão Vieira e do Secretário Max Barros”, diz o texto assinado pelo prefeito.

... e também o ministro Gastão Vieira

Aliás, Soliney Silva faz questão de dizer pelos quatro cantos da cidade que conta com total apoio de Max Barros para enfrentar o governador em exercício, Washington Oliveira, que tem sido o único interlocutor, até o momento, entre os sindicalistas de Coelho Neto e o governo.

Enquanto homens público sérios e íntegros, seria profícuo o ministro Gastão Vieira e o secretário Max Barros se informarem melhor sobre os desmandos praticados por Soliney Silva em Coelho Neto, e levarem em consideração o trabalho de intermediação feito pelo vice-governador Washington Oliveira até aqui.

Abaixo, íntegra da carta do prefeito arruaceiro:

Caríssimo blogueiro,

Utilizo-me deste espaço para rebater os argumentos utilizados em recentes matérias veiculadas a nível estadual sobre acontecimentos relacionados à cidade de Coelho Neto.

Desde o início da minha trajetória política tenho atuado sob o auspício da sensatez, respeitando as ideologias, de modo a preservar os princípios que norteiam a democracia, seja nas campanhas eleitorais ou nos vários mandatos que já conquistei.

Depois de muita persistência consegui realizar o meu projeto político, que era governar a cidade que escolhipara morar e constituir família.

Tudo foi sempre muito amargo. A família Bacelar, que então dominava politicamente este município, nãopermitia que eu chegasse aonde cheguei.

Contudo, alicerçado no apoio dos correligionários que acreditavam na possibilidade de mudança, continuei aminha luta, até que finalmente consegui.

Hoje, como antes, pessoas camufladas de líderes sindicais, usam a entidade para, em nome dos servidores municipais, se promoverem politicamente.

A diferença é que antes eles usavam apenas o Partido dos Trabalhadores e o Sindicato. Atualmente, eles ampliaramesse poder de promoção com a internet e uma emissora de rádio comunitária.

Leia Mais…



Edivar Ribeiro recebendo o selo SUAS

No inicio  da noite de terça-feira (27), no Espaço Cultural Renascença, na cidade de São Luis-MA,   o vice-prefeito e Secretario Municipal de Desenvolvimento Econômico Assistência Social e do Trabalho do Município de Timon, Edivar Ribeiro, teve sua gestão administrativa na SEMDES reconhecida através do recebimento do “Selo Suas” de Assistência Social.

Promovido pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (SEDES) do Governo do Maranhão o “Selo Suas” é um reconhecimento estadual que o município pode conquistar pelos resultados de seus esforços na medida em que executa com qualidade um conjunto de ações e serviços na área da assistência social, visando a melhoria da qualidade de vida e garantia dos direitos dos usuários da Política de Assistência, observado os critérios alcançados no Pacto de Aprimoramento da Gestão Pública Municipal.

Embora a gestão da prefeita Socorro Waquim seja sofrível na maioria das áreas, chega ser uma surpresa o anúncio do recebimento do “Selo Suas”, o que mostra que nem tudo é mazela na administração da prefeita Waquim, considerada por muitos a “Bia Aroso do Leste”, tal o desmantelo da gestão da peemedebista.

Leia mais sobre o assunto no blog do Ludwing Almeida.



Washington Oliveira assume pela segunda vez o governo do MA

O vice-governador do Maranhão, Washington Oliveira (PT), assume, nesta quinta-feira (29), interinamente o Governo do Estado até o próximo dia 06 de abril, quando terá que deixar o cargo por ser pré-candidato a prefeito de São Luis.

Oliveira cumprirá agenda à tarde, já como governador, na sede da Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetaema), às 15h, para comemoração dos 40 anos do “Grito da Terra”, e estará acompanhado de vários secretários de Estado e gestores de órgãos federais no Maranhão.

Na próxima semana, Washington Oliveira e a governadora Roseana Sarney embarcarão com a presidente Dilma Rousseff para os Estados Unidos, quando serão recebidos pelo presidente do “império”, Barak Obama.


Do Portal PT

Vice-governador e presidente Rui Falcão

O petista Washington Luiz de Oliveira, vice-governador do Maranhão, esteve na sede do PT, onde foi recebido pelo presidente nacional do Partido, Rui Falcão. A conversa girou em torno da conjuntura política na capital São Luiz.

O presidente estadual do PT, Raimundo Monteiro, também esteve presente. Monteiro é assessor do vice-governador, e tem em sua trajetória a fundação do sindicato dos servidores públicos estaduais do Maranhão.

A conversa aconteceu nesta quarta-feira (28), na sede nacional do PT, em Brasília.

(Ricardo Weg – Portal do PT)


Mensagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva após receber os resultados dos exames realizados no hospital Sírio Libanês e que mostraram remissão completa do câncer. O vídeo foi gravado na sede do Instituto Lula nesta quarta-feira (28). Veja:

Fonte: http://www.institutolula.org/



Gilberto Aroso: contas aprovadas com 'ressalvas'

O ex-prefeito de Paço do Lumiar, Gilberto Aroso (PMDB) por um triz não entrou para o rol dos políticos “ficha suja”.

Isso porque o Tribunal de Contas do Estado (TCE) aprovou com “ressalvas” as contas da gestão do peemedebista referente ao exercício de 2006, e o mesmo terá que desembolsar cerca de 13 mil reais em multas diversas a título do que os auditores do TCE denominam de “erros formais”.

Aroso “pecou” administrativamente nos seguintes pontos da sua gestão: na aplicação do Fundo Municipal de Saúde (multa de R$ 7 mil), na gerência da PREV Paço (multa de R$ 2 mil), no SAE (Sistema de Água e Esgoto – multa de R$ 2 mil) e contas de governo (multa de R$ 2 mil).

Essas multas, porém, não são suficientes para que Gilberto Aroso se torne inelegível nas eleições municipais deste ano, mas, com certeza, deixam a sua imagem de gestor muito ruim perante a sofrida população de Paço do Lumiar.


Do Jornal Pequeno

Localizado a 350 quilômetros de São Luís, o município de Marajá do Sena encontra-se isolado e praticamente abandonado pelo Governo do Estado, segundo informam políticos locais, que se dizem indignados pelo isolamento da cidade por conta do precário estado de conservação da rodovia MA-323, uma via estratégica para o município de pouco mais oito mil habitantes.

Moradores de povoado enfrentam dificuldade para chegar à sede do município

O vereador Gildomar Rodrigues (PRTB), o “Gildo”, tem defendido que, em meio à polêmica em torno de mais um empréstimo de R$ 2,3 bilhões, solicitado ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o governo aloque parte desse recurso para concretizar as obras da MA-323. O vereador lembra que em 2010, a MA era para ter sido contemplada com o último financiamento feito pelo estado junto ao banco estatal.

“Em 14 de setembro de 2010, o governo anunciou no Diário Oficial do Estado uma licitação para pavimentar a MA-323, que liga a sede de Marajá do Sena ao povoado de Nova Olinda, mas a obra nunca saiu do papel. Ela seria realizada com os recursos do empréstimo de 900 milhões solicitados ao BNDES. Até hoje a população sofre com as condições precárias dessa MA, onde, em pleno século XXI, cidadãos são transportados em redes porque automóveis como ambulâncias, por exemplo, não têm como trafegar”, reclama o parlamentar.

Transtorno permanente

Segundo o ex-prefeito Perak Roberto, há anos a população de Marajá sofre com a situação da MA- 323 e nada é feito para solucionar o problema. Perak afirma que o governo do Estado deveria aproveitar o novo empréstimo que está sendo solicitado ao BNDS e solucionar de vez os transtornos causados pelo estado em que se encontra a rodovia.

“A situação é crítica em todos os aspectos. O município de Marajá do Sena não tem como planejar o seu futuro sem que a MA-323 seja efetivamente construída e devidamente pavimentada, pois o que temos atualmente está longe de ser considerada uma MA. O município e a população necessitam dessa obra, pois milhares de pessoas, entre crianças, jovens e idosos, têm sofrido com essa situação”, afirmou.

Cobranças – Segundo o vereador Gildo, a população tem cobrado da prefeitura a construção da MA-323, sem o devido conhecimento de que se trata de uma obra de competência do governo do Maranhão. “A prefeitura tem feito o possível para ao menos disponibilizar tratores para ajudar a tirar os carros que ficam no atoleiro na época das chuvas, mas isso não resolve. Estamos pedindo socorro, essa é a verdade”, desabafou.

O vereador fez questão de lembrar também que a situação da comunidade é humilhante e que a cidade está isolada da região porque a estrada efetivamente não existe. Ele apela que alguma solução seja tomada pelo poder público estadual no sentido que Marajá do Sena seja contemplada com as obras de estadas vicinais.

Areia movediça

“Não aguentamos mais esse sofrimento, essa humilhação. Mês passado, o pai de uma moradora morreu de ataque do coração, aos 86 anos, e tivemos que carregá-lo por mais de cinco quilômetros em uma rede. Estamos isolados do mundo e só ouvimos promessas do governo e nada mais”, assegurou.

A MA-323 é a principal via de acesso ao município de Marajá do Sena. A única alternativa que a população tem para chegar a outras localidades é através do Rio Grajaú, uma viagem que chega a durar quase 6 horas de barco.

Além dos transtornos causados aos produtores locais, que não têm como escoar a produção, a situação da MA-323 causa outro grave problema: merendas não chegam às escolas da região, bem como os medicamentos nos postos de saúde, conforme Gildo.

As reclamações de pais de alunos são constantes quanto à falta ou atraso da merenda escolar por conta das condições de trafegabilidade da MA-323.

“Nossas crianças não se alimentam direito porque a merenda escolar demora a chegar e quando chega é no lombo de animais porque nenhum carro consegue chegar ao nosso povoado. A mesma coisa acontece como os remédios que não chegam aos postos de saúde e muitas pessoas chegam até morrer”, finalizou o vereador Gildo.



Soliney Silva: prefeito truculento

A ação truculenta do prefeito de Coelho Neto, Soliney Silva (PSD), ganhou grande repercussão no meio político maranhense, em especial na cidade de São Luis.

Ontem, terça-feira (27), uma comissão de sindicalistas de Coelho Neto estiveram em São Luis e visitaram várias entidades sindicais e veículos de comunicação para denunciar os desmandos praticados pelo prefeito, que no sábado (24) protagonizou um dos mais tristes episódios da história recente de Coelho Neto ao agredir professores, inclusive mulheres, durante assembleia geral que comemorava os 23 anos do  Sindicato dos Servidores Públicos Municipais.

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (Sinproesemma), por exemplo, divulgou “nota de repúdio” contra o comportamento terrorista do prefeito Soliney Silva.

Na nota, o presidente do Sinproesemma, Júlio Pinheiro, afirma que a atitude de Soliney “é um desrespeito ao direito de organização e manifestação dos trabalhadores. A postura desse gestor é inaceitável”.

AMEAÇAS DE MORTE

Imagens da ação violenta patrocinada pelo prefeito Soliney Silva e aliados

Não bastasse o lamentável fato ocorrido no final de semana, o prefeito Soliney Silva tem feito ameaças veladas a vários trabalhadores e adversários políticos da cidade.

Embora o alvo principal do “coronel” Soliney Silva seja o vereador petista Américo de Sousa, ele também está de olho no dirigente sindical Lima Júnior e no radialista Franco Filho, que é vigia concursado da Prefeitura de Coelho Neto.

O vereador “pau mandado” de Soliney, Edvaldo Alves, vulgo “Val”, chegou a afirmar no seu blog que Franco Filho fará um novo programa de rádio chamado “Resposta do além” ou “Franquestein das trevas”, numa clara alusão ao que pode acontecer contra a vida do radialista Franco, que foi transferido arbitrariamente para trabalhar no cemitério da cidade.

As pessoas ameaçadas pelo “bando” de Soliney Silva foram orientadas a pedir proteção às autoridade do Governo do Estado e ao Ministério Público, já que correm risco de morte.

O secretário de Segurança, Aluísio Mendes, já tem conhecimento de todas as atrocidades cometidas pelo prefeito Soliney Silva.


Sem dormir, o blogueiro Gilberto Léda informa “em primeira mão, às 2h28”: Roberto Costa “bate o pé” e pode impedir reforma no Governo. Veja:

O deputado estadual Roberto Costa (PMDB) decidiu que não aceita mais qualquer proposta da governadora Roseana Sarney (PMDB) para deixar a Assembléia Legislativa.

Costa estava incluído numa ampla reforma que a peemedebista pretende fazer na estrutura administrativa do estado para viabilizar a criação de uma supersecretaria que coordene o programa estadual de combate à pobreza.

Pelo acerto inicial, Costa assumira a pasta de Esporte e Juventude (que seriam fundidas). Com sua saída da AL, seria promovida a volta de Chico Gomes, hoje secretário de Desenvolvimento Social. Essa seria a secretaria que serviria como espinha dorsal da superpasta.

Seria. Porque Roberto Costa declinou de todas as propostas da governadora na tarde da última terça-feira (27). Em uma longa reunião com a participação de vários secretários, Roseana chegou a oferecer até a Secretaria de Administração Penitenciária, hoje comandada por Sergio Tamer, ao deputado.

Ele não topou. E, com isso, deixa a governadora numa espécie de “sinuca de bico”, sem poder, no momento, levar à frente seu projeto de criar uma estrutura mais robusta para comandar aquele que pode vir a ser o principal programa do atual governo.