Wilson Viana nega que ele e seus familiares estejam perseguindo trabalhadores rurais.

O presidente do PCdoB no município de São Bendito do Rio Preto e secretário de Articulação Política da prefeitura Wilson Viana, enviou nota de esclarecimento em virtude da publicação de denúncia publicada ontem, pelo Blog do Robert Lobato, sob o título “DENÚNCIA: Presidente municipal do PCdoB toca o “terror” em povoado de São Benedito do Rio Preto”.

Na nota, o comunista nega que esteja perseguindo agricultores em terras que pertencem a sua família e que tudo não passa de uma disputa pelo controle do Sindicato de Trabalhadores Rurais de São Benedito de Rio Preto.

“Lamento que questões de disputa política ou sindical, pessoas se apropriam e usem fatos particulares, para tirar proveito e criar conflito e tumulto onde não existe e usem nomes de terceiros, como o do vereador e líder  agrário e Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de São Benedito do Rio Preto, Antônio José defensor destes trabalhadores, para terem alcançados seus objetivos e também atingir a gestão atual do município”, diz trecho da nota assinada por “Wilson Viana e Família”.

O Blog do Robert Lobato recebeu a denúncia de um morador do município que relatou suposta perseguição de Wilson Viana a agricultores do povoado do Bacabal do Hilton Crente.

A seguir a íntegra da nota (sem edição)

Caro Robert Lobato, em reposta à matéria veiculada no seu blog, venho esclarecer alguns pontos que não condizem com a verdade e realidade:

1 – Função que exerço como presidente do diretório municipal do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), e como Secretário de Articulação Política no município de São Benedito do Rio Preto em momento algum sérvio para qualquer tipo de ação se não as que trazem benefícios para nosso município.

2 – Os fatos narrados na matéria levantam dúvidas sobre a posse da propriedade o que não condiz com verdade. A propriedade em questão, Bacabal do Hilton Crente é fruto de herança deixada a minha família, mãe e irmãos, pelo meu pai, o Sr. Hilton Crente. A propriedade de 144 hectares está em processo de inventário, para que a mesma seja de acordo com o interesse da família, seja disponibilizada para desapropriação através de um órgão competente (ITERMA), dando total prioridade aos moradores que hoje habitam a propriedade em forma de associação, como exige o processo legal.

3 – Os moradores que habitam a propriedade são de famílias assentadas antes da aquisição no ano de 1996 pelo Sr. Hilton Crente que ao tomar posse manteve as mesmas famílias morando no local para que pudessem produzir e se manterem, mesmo que com atividade de subsistência como é dita na matéria. As famílias assentadas, nunca tiveram por parte de seus proprietários a doação da área, o que torna legítima qualquer ação contestatória por parte de seus donos, sua apropriação indébita. Uma vez que a área em questão se encontra  com sua documentação e impostos regular.

4 – Quero ressaltar que mantemos uma relação cordial com os moradores e que não há disputa agrária envolvendo nossa família e as famílias assentadas e que nunca existiu de nem uma das partes atos de agressão, seja contra nossa família ou aos moradores que habitam a propriedade.

Lamento que questões de disputa política ou sindical, pessoas se apropriam e usem fatos particulares, para tirar proveito e criar conflito e tumulto onde não existe e usem nomes de terceiros, como o do vereador e líder  agrário e Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de São Benedito do Rio Preto, Antônio José defensor destes trabalhadores, para terem alcançados seus objetivos e também atingir a gestão atual do município.

Agradecemos o espaço para dar luz a verdade dos fatos.

Wilson Viana e Família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *